CCJ do Senado aprova projeto de lei sobre monitoramento eletrônico de prisioneiros

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou projeto de monitoramento eletrônico para presos em regime semi-aberto. Este monitoramento facilitaria as saídas temporárias da prisão e também poderia ser uma opção à prisão preventiva.

Medidas do gênero já são adotadas em outros países, como Inglaterra e EUA, porém recebem crticas por se constituirem em um passo na direção do estabelecimento de uma Sociedade da Vigilância. [leia mais- ConJur]

One thought on “CCJ do Senado aprova projeto de lei sobre monitoramento eletrônico de prisioneiros”

  1. absurdo!Não merece comentários. Vergonha! A democracia(?) brasileira já não tem limites. Quebram o sigilo bancário. Monitoram as ruas. As lojas idem. Os passeios (calçadas)idem. 300.000 brasileiros tem seus telefones interceptados pelo Guardião. As Lan house administram cadastro e senhas dos usuários. Estou torcendo para que o parecer da AGEU extenda a faculdade de vasculhar contas bancárias para as ONGS, MP, fiscais, cartorários. Os veículos terão Rfid.
    Porque não podemos saber onde os condenados em regime aberto e semi? estão ou estarão? Os assaltos serão tão ou mais reais, que deixaremos de ver filmes do genero. Outro dia fui fazer uma exame num laboratório. Tive que ser fotografado. Disseram que era para o médico colecionar fotos dos pacientes. Paciencia! Entreguei também cópia da carteira de identidade. Para uma ressonancia magnetica (que já constitui uma invasão).

Leave a Reply to SUERLY GONÇALVES VELOSO Cancel reply

Your email address will not be published.